Ford Cargo 2629

Ford Cargo 2629 lidera as vendas do segmento 6×4 

CARGONOVO2012

O Ford Cargo 2629 liderou o segmento de caminhões 6×4 de 24 a 30 toneladas no período de janeiro a maio de 2012, com 16% de participação. Utilizado principalmente como betoneira e basculante na construção civil, segmento que tem apresentado bom desempenho nos últimos anos, o modelo é aplicado também como canavieiro e madeireiro.

O Ford Cargo 2629 mantém a tradição da Ford nesse tipo de aplicação. Com peso bruto total técnico de 26.200 kg, ele se destaca pela robustez e conjunto mecânico eficiente, reconhecido no mercado como o melhor do segmento. Outra vantagem do traçado da Ford é a disponibilidade de tomada de força dianteira e traseira, que facilita a instalação dos implementos.

“Além da cabine moderna e equipada com suspensão pneumática, o Cargo 2629 conta com transmissão sincronizada de 10 marchas à frente e três à ré, que aumenta o conforto para o motorista. E com a introdução da nova motorização Euro 5 ficou ainda mais potente e econômico”, diz Pedro de Aquino, gerente de Marketing da Ford Caminhões.

Potência e economia

O Ford Cargo 2629 vem com o novo motor Cummins Euro5 ISBe de 6,7 litros e seis cilindros, com potência de 290 cv e torque de 951 Nm. Uma das características principais dessa motorização é o alto torque em baixa rotação, que se traduz em força disponível numa ampla faixa de trabalho, com uma economia de 8% a 10% maior no consumo de combustível.

“O novo motor utiliza a tecnologia SCR (redução catalítica seletiva), que reduz em 80% as emissões de poluentes e mostrou ser a mais robusta para o nosso mercado, tanto em termos de potência e durabilidade como de economia operacional”, completa Aquino. “É mais um atrativo do modelo campeão de vendas do segmento, que assim reforça os seus atrativos para continuar a oferecer o melhor resultado para os frotistas da construção civil e serviços pesados.”

Com a nova motorização, o modelo ganhou a atual nomenclatura Cargo 2629, substituindo o Cargo 2628 que foi produzido até o final do ano passado.

Fonte: Circuito MT