Projeto Casa+Segura

Ford Caminhões apoia o Projeto Casa+Segura de alerta contra acidentes domésticos

casa     A Ford é uma das patrocinadoras do projeto Casa+Segura, promovido pela Associação Médica Brasileira para alertar a população sobre a prevenção de acidentes domésticos. Um caminhão Ford Cargo 1933 está sendo usado para transportar a carreta que serve de base ao projeto, simulando diversas situações de risco encontradas em uma residência.

Com capacidade para 45.150 kg de carga, o caminhão tipo cavalo-mecânico da Ford puxa a carreta onde são reproduzidos sete cômodos de uma casa, com área total de 38 metros quadrados. A exposição vai de 14 a 28 de fevereiro, na Arena de Eventos do Parque do Ibirapuera, em São Paulo. A entrada é gratuita e os visitantes também recebem uma cartilha com informações sobre segurança e prevenção.

"Saúde e segurança são duas prioridades na política de responsabilidade social da Ford. Assim como o Ford Odontomóvel, consultório odontológico móvel montado sobre um caminhão Cargo que presta atendimento gratuito para os caminhoneiros, a Casa+Segura é uma ação da marca voltada para a comunidade", diz Pedro de Aquino, gerente de Marketing da Ford Caminhões.

O objetivo do Casa+Segura é mostrar como pequenos descuidos podem provocar graves acidentes em casa, lugar onde as pessoas normalmente se sentem protegidas. As principais vítimas dessas ocorrências são as crianças e idosos e as estatísticas não traduzem a realidade, porque a maioria dos casos não é notificada. 

"Um tapete mal posicionado, cabos de panelas voltados para fora no fogão, escadas mal iluminadas e brinquedos espalhados são algumas situações comuns que podem causar acidentes", alerta Florentino Cardoso, presidente da Associação Médica Brasileira. "Na Casa+Segura, temos instrutores acompanhando os visitantes e informando sobre prevenção. Em primeiro lugar, queremos oferecer boas dicas para que o cidadão garanta seu bem-estar. Mas isso tem também um enorme impacto no custo da saúde".

O projeto tem o apoio da Secretaria de Saúde do Estado de São Paulo, da Secretaria do Verde e do Meio Ambiente da Prefeitura de São Paulo e patrocinadores.

Fonte: Imprensa Ford