1.000.000 de quilômetros rodados

 

km

O que leva alguns caminhões a atingir grandes quilometragens sem qualquer intervenção no motor? Quem conseguiu essa proeza nos conta que é fácil: é só seguir à risca o manual do fabricante, respeitar rigorosamente o prazo de troca de óleo e dirigir defensivamente.

O caso de amor de Nelson Kluck, 62 anos, 38 dos quais na estrada, por seu Ford Cargo 2422 trucado não é diferente.

 A própria família e os executivos da Expresso Taubaté, de quem é agregado há oito anos, conhecem a história. Tanto que o veículo tem o apelido de “Meu xodó”. Afinal, não é só o motor que é original. A lona de freio dianteira, a embreagem, as mangueiras, a turbina e a bomba injetora são originais”, detalha o caminhoneiro.

A única coisa feita nesse período foi a troca de lona da tração. De resto, ele mantém a manutenção conforme recomendada pelo manual de fábrica, desde o primeiro dia. Hoje, o Cargo soma 1 100 000 milhão de km rodados sem nenhuma retífica no motor.

Fonte: Revista Transporte Mundial