Taxa para financiar caminhões sobe para 6%

 

Guido Mantega anuncia prorrogação do Programa de Sustentação do Investimento (PSI)

extra5 O ministro da Fazenda, Guido Mantega, anunciou na quinta-feira, 11 de dezembro, a prorrogação do Programa de Sustentação do Investimento (PSI) em 2014 para manter a evolução dos investimentos no País. A taxa para financiar caminhão (Finame PSI e Procaminhoneiro) sobe de 4% ao ano para 6% ao ano. 

“Essas são as principais mudanças no PSI. Como a Selic subiu, a gente teve de acompanhar”, comentou o ministro ao chegar no Ministério após participar do Encontro Nacional da Indústria (ENAI), realizado pela Confederação Nacional da Indústria (CNI).

As condições de participação máxima foram alteradas para as pequenas empresas, de 100% para 90%, e para as grandes, de 90% para 80%. Na linha Procaminhoneiro, a taxa sobe de 4% para 6%, mantendo a possibilidade de financiar o valor integral.

O ministro ressaltou que essa taxa ainda é bastante atrativa para o investimento, lembrando que está bem próxima da inflação de 5,5%. No caso da taxa para projetos de inovação, subirá de 3,5% para 4% ao ano em 2014. Já o PSI para exportação, a taxa vai saltar de 5,5% para 8% no ano que vem. A assessoria do BNDES informou que ainda não é possível determinar quanto será o spread bancário com a nova taxa. Segundo o banco, até outubro deste ano, o PSI liberou R$ 68 bilhões em 211 mil operações.

Fonte: www.cargapesada.com.br