Teste Cargo 2842 – O pesado mais completo da Ford

C28421 Conforto, tecnologia, segurança, robustez e economia. Esses são alguns dos atributos comprovados pela revista Transporte Mundial em um teste realizado no mês de outubro com o modelo Cargo 2842, em um percurso de 270 quilômetros, entre a Grande São Paulo e o litoral paulista, em que foram destacadas as principais vantagens oferecidas pelo modelo para transportadores rodoviários.

Desenvolvido para oferecer o melhor pacote tecnológico com a melhor relação custo/benefício entre os caminhões de seu segmento, o Cargo 2842 é fruto de um programa global da Ford, liderado pelas engenharias do Brasil e Turquia, com a participação de profissionais das unidades da Europa e Estados Unidos, inaugurando a participação da marca entre os caminhões extrapesados e
oferecendo uma nova oportunidade de negócios no maior segmento da indústria de caminhões do Brasil.

A chegada do modelo ao mercado trouxe novos desafios à Ford e seus distribuidores e, juntamente, proporcionou uma maior exposição da marca a um maior número de consumidores.

Custo/Benefício

Para quem procura um veículo de mecânica simples, com componentes conhecidos no mercado, fácil manutenção e diversos itens de conforto e segurança de série – por um preço em torno dos R$ 300 mil -, vale a pena conferir a solução da Ford para o mercado de caminhões pesados. O representante da Ford que agrega todos esses predicados é o Cargo 2842 6x2. 

C28422

O modelo foi concebido para atender as longas distâncias rodoviárias, sem deixar de privilegiar o conforto. Tanto que, por esse preço, ele possui de série ar-condicionado, rádio com entrada auxiliar e USB, bancos pneumáticos, vidros, travas e retrovisores elétricos e câmbio automatizado.

Performance e Economia

“Sobre a motorização, a Ford apostou no propulsor da FPT de 10,3 litros, 6 cilindros em linha e que desenvolve potência de 420 cv a 2.100 rpm e torque de 194 mkgf entre 1.000 e 1.500 rpm. Uma das vantagens desse motor é que ele é leve e compacto, sendo capaz de gerar a mesma potência de blocos com cilindros maiores. 

Outra solução tecnológica desse motor é a turbina de geometria variável com aftercooler, que adequa a pressão do turbo às necessidades de torque e potência. Esse sistema também permite que o motor tenha força em baixas rotações, evitando, assim, o consumo excessivo de diesel.


A caixa é a ZF AS-Tronic automatizada de 12 velocidades, que dispensa o pedal da embreagem, mesmo quando o motorista optar pelo modo manual. O destaque da AS-Tronic é o modo manobra, que nessa condição evita o gasto de combustível, mesmo se o motorist tiver de “abusar” mais do acelerador, já que o sistema faz todo o controle da ação eletronicamente. O controle automatic de velocidade é outro recurso eficiente do modelo, já que mantém o caminhão em velocidade constant sem que o motorist tenha que pisar, outra forma de evitar desperdício de combustível.

Chama a atenção nessa caixa a ergonomia da manopla do câmbio, localizada ao lado direito do motorista, bem próximo a ele.

caixazf
A caixa da ZF, a AS-Tronic, tem 12 velocidades
e a manopla do câmbio está bem posicionada 

painel
O painel é moderno, funcional e está bem
acabado. O volante tem boa empunhadura

Toda a ação na direção é facilmente acompanhada pelo painel do computador de bordo com tela de LCD, que chama atenção pela fácil leitura e o manuseio simples. Também  através desse painel, o motorista pode acompanhar em tempo real o consumo de combustível e outras informações que podem ajudar numa viagem mais produtiva. 

Além dos componentes conhecidos do mercado, inclusive o de manutenção, o Cargo 2842 6x2 tem também a robustez como atributo. Sua suspensão dianteira e traseira são de feixe de molas parabólicas com amortecedores telescópicos de dupla ação, e o eixo trativo é da Meritor, soldado a laser na fixação da caixa do diferencial – que aumenta a capacidade de carga da estrutura. 

O 2842 dispõe de bloqueio de diferencial que iguala a distribuição de tração entre as rodas, para facilitar a saída do conjunto em movimento a até 40 km/h. Outro recurso importante é o suspensor pneumático do terceiro eixo, que evita o desgaste desnecessário dos pneus quando o caminhão trafega sem carga e também pode ser utilizado como um transferidor de carga para o eixo de tração, no caso de o caminhão estar em rampa ou em depressões acentuadas. O sistema também evita que as rodas patinem. Na prática o caminhão é desenvolto,  ele tem agilidade e as respostas rápidas como principais características de direção. 

Na descida da serra pela rodovia Anchieta o caminhão que estava com PBT (Peso Bruto Total) de 47.830 kg, desceu entre 30 e 40 km/h, em 6a a 1.900 rpm com freio-motor acionado. O modelo, do tipo borboleta, possui potência de frenagem de 390 cv – suficientes para segurar o caminhão em todo o trecho da serra. 

Ao nível do mar, o Cargo deu provas de que anda bem em baixas rotações, pois entre 80 e 85 km/h em 12ª marcha a rotação não passou de 1.200 rpm. Mas foi na subida da serra pela rodovia Imigrantes que o motor FPT mostrou sua força, já que na parte mais íngreme da pista, bem no início da serra (trecho mais crítico) ele venceu a 50 km/h em 9ª marcha a 1.500 rpm.”

 C2842

Desenho inteligente

“O Ford Cargo 2842 traz o desenho semelhante a dos demais da linha, isso graças ao padrão global Kinetic. Para a maior segurança a bordo, as escadas de acesso cobertas são de série. Isso significa que, quando a porta do veículo está fechada não há como ter acesso à cabine, dificultando assaltos ou furtos. Quando abertas, chama a atenção o ângulo de abertura das portas que facilita o acesso à cabine. O conjunto ótico possui maior alcance de iluminação. Os faróis de neblina estão posicionados próximo aos principais. 

A grade frontal proporciona ótima refrigeração do motor, e a parte frontal com as laterais mais arrendodadas chegaram para suprir a aerodinâmica.
A robustez se completa pelos para-lamas com acabamento em plástico de alta resistência.” 

Conforto a bordo 

 “Ao acessar a cabine chama a atençao a ampla área envidraçada
 que oferece excelente
 visibilidade. O ambiente
 de trabalho é aconchegante e mais espaçoso, até se compara à estação de descanso, mesmo com a cama de 1,90 m de comprimento. Uma cortina, também de série, separa os ambientes. 

A boa visibilidade se completa pelos retrovisores bipartidos de série. 

Para o acompanhante a boa notícia é o espaço para os pés que permite, numa longa viagem, que se movimentem.” 

“ O Cargo 2842 6x2 provou ser eficaz e acessível ao transportador.” 

Conclusão 

O Ford Cargo 2842 6x2 chegou para inaugurar um segmento em que a Ford ainda não atuava. Mas o que surpreendeu, no entanto, foi o nível de acabamento e equipamentos que a Ford colocou no produto, deixando-o competitivo para disputar com outros modelos tradicionais do Mercado. Graças aos componentes que possui, ele também promete ser uma opção econômica na hora da manutenção. Vale a pena ter uma experiência a bordo do veículo.

Fonte: Revista Transporte Mundial - Out.2014