Cargo1933

Nesta quarta-feira, 17 de setembro, é comemorado o "Dia Nacional do Transportador Rodoviário de Cargas", de acordo com o Decreto assinado pelo então Presidente da República, Itamar Franco, no dia 9 de julho de 1993.

A escolha desta data é que em 1963 foi fundada a Associação Nacional do Transporte de Cargas e Logística (NTC&Logística), com o objetivo de representar os empresários do transporte de cargas em âmbito nacional.

Hoje a NTC congrega, além das empresas diretamente associadas (cerca de 3.500), mais de 50 entidades patronais (Federações, Sindicatos e Associações especializadas), representando cerca de 10.500 empresas que operam uma frota superior a 1,5 milhão de caminhões e criam mais de 1 milhão de postos de trabalho.

Há no Brasil mais de 150 mil empresas de cargas e 780 mil autônomos registrados na Agência Nacional de Transportes Terrestres, segundo dados da própria agência reguladora em 2014. Cerca de 10% destas empresas e autônomos atuam no RS. Conforme dados do Relatório Anual de Informações Sociais (RAIS) há 8.428 empresas formais de transporte rodoviário de cargas registradas no Rio Grande do Sul.

Nos últimos 10 anos, o setor de transporte rodoviário de cargas passou por muitas transformações, dentre elas, a proibição da carta frete, a lei do motorista, o aumento das restrições de circulação urbanas, a nova lei dos portos e o crescente roubo de cargas.


O presidente do SETCERGS, Sérgio Neto saúda a bravura, a vontade de vencer, a persistência, a perseverança, que faz o transportador superar o cenário de dificuldades que afeta esta atividade. "Pelo modal rodoviário é que o Brasil se locomove", assegura o dirigente. Ressalta que o setor é competitivo, trabalha com tarifas aviltadas e sofre com as deficiências de infraestrutura no País. "Mesmo assim, crescemos e nos tornamos fortes por competência e por profissionalismo", enfatiza.

Para Sérgio Neto é imperiosa a valorização desta atividade responsável por transportar mais de 60% das riquezas em todo o Brasil e 85% no Rio Grande do Sul. "Não podemos ser tratados como um setor que vive de privilégios, o que não é verdadeiro. Precisamos de grandes investimentos em infraestrutura. Somente assim o Brasil vai se desenvolver e crescer com sustentabilidade e oferecer aos brasileiros mais dignidade, segurança e menor custo logístico", pondera o presidente do SETCERGS.

"Parabéns a todos os empreendedores e colaboradores do Transporte Rodoviário de Cargas por esta data comemorativa", cumprimenta o líder setorial.

Fonte: Jornal do Comércio, 17/09/2014.

  • Created on .
  • Last updated on .
  • Hits: 1395